O cultivo da Azaléia

Ficha Técnica:

Rhododendron simsii

Texto e fotos da Eng.Agr.Miriam Stumpf.    
azalea ou azaleia - rhododendron

A Azalea

Nome Técnico:

Rhododendron simsii

Nomes Populares :
Azaleia, azalea

Família :
 Angiospermae – Família Ericaceae

Origem:
 Originária da China

Descrição:

É um arbusto lenhoso de fácil cultivo, ideal para as regiões temperadas do Brasil, com temperaturas mais baixas durante o inverno.

Tem a forma arredondada e pode crescer até 2,0 metros de altura, mas seu crescimento é lento.
Pode formar grandes maciços, podendo ser usado para cerca viva.
As folhas são pequenas e de textura áspera.

As flores são de formato tubular na ponta dos ramos nas cores branca, várias semitons de rosa, magenta e púrpura.
Em algumas regiões a floração é tão grande que as folhas ficam escondidas no meio das flores, tornando-se um espetáculo.
Floresce na do meio do inverno até a primavera.

São encontradas variedades anãs que produzem flores durante o ano todo e tem altura até 0,80 m.
Ideais para jardineiras e acabamento de canteiros de arbustos altos e verdes.

Encontramos diversas espécies e cultivares, mas oRhododendron simsii Planch. é a azaleia mais popular em cultivo no país.
A azaleia de buquê é pouco cultivada ainda aqui no país, encontramos apenas a de flores rosa claro, que necessitam de pouco frio para florescimento.

Em outros países como Estados Unidos e Inglaterra o cultivo destas espécies e híbridos é muito grande e encontramos flores nas cores branca, rosa, amarela, vermelha, púrpura ou variegadas.

Cultivo:

Esta planta necessita de local ensolarado, solo fértil ácido e profundo, com boa drenagem. 

O solo:
A preparação do solo deve ser feita com turfa ou composto orgânico, que tem pH mais baixo, devendo ser evitada  a colocação de húmus de minhoca.
O pH ideal de cultivo da azaleia é 4,8. O solo de cultivo deve ser bem revolvido em profundidade.

O plantio:
A cova de plantio deve ser o dobro do tamanho do torrão.
Colocamos no fundo uma boa porção de areia, depois composto misturado com adubo animal de gado ou aves, numa quantidade que irá variar em função do tamanho da cova, mas cerca de 1 litro de adubo é o suficiente.
Proteger as raízes do contato direto e imediato com o adubo dando uma misturada deste com o composto.
Acomodar a muda no buraco e ao redor colocar o composto, soltando a terra do torrão com as mãos, delicadamente, se estiver compactada.
O resultado é que as raízes laterais se desenvolverão melhor.

Regar muito bem e repetir todos os dias até que notar que muda está se desenvolvendo.


A melhor época do plantio é no outono

A melhor época de plantio é no outono.

Adubações: Adubações posteriores poderão ser feitas após  a floração para dar à planta a nutrição necessária para seu crescimento somente vegetativo.
No final do outono novamente, pois seu florescimento no inverno necessitará esta dose a mais de energia.
Se as plantas do canteiro vizinhas não estiverem muito juntas, adubar com uma mistura de composto orgânico ou turfa com adubo de aves misturado a adubo granulado NPK com formulação 4-14-8, cerca de 100 gramas por muda.
Colocar ao redor da planta. E regar muito bem.
Não deixar tocar nas folhas para evitar que queimem.

Uma dica para esta tarefa: um dia antes regue muito bem a muda.


Irá formar-se ao redor das raízes um bulbo de umidade. Quando colocar no dia seguinte o adubo este irá penetrar melhor no solo alcançando as raízes.

Propagação e Mudas:
Se quiser fazer mudas, aguardar a estação de crescimento, logo após a floração.
Retire ramos da ponta , retire algumas folhas e coloque em areia úmida ou casca de arroz carbonizada, mantidas úmidas até notar emissão de folhas,  sinal que está enraizada. Plantar então em sacos ou vasos com composto orgânico e areia. Para quem irá fazer produção, a utilização de substâncias de enraizamento será adequada.

Ambiente e uso decorativo:

As azaleias são em geral cultivadas em canteiros, sozinhas ou em grandes maciços coloridos, como cerca-viva e como planta de vaso.

Quando usarmos as azaleias anãs o vaso não precisa ser muito grande e pode ser usada como complemento para palmeiras e arbusto topiados ou floríferos.

Já a azaleia de porte grande necessitará de um vaso maior de boca larga, podendo receber plantas de complemento na borda para terminação ou então cobertura inerte de cascas de pinus.
Evitar a colocação de pedaços de mármore ou pedra calcárea, pois a azaleia aprecia solo bastante ácido e poderá até fenescer com este tipo de cobertura.

Veja tambÉm

  • A linguagem das Flores
  • Canteiros de flores para o inverno
  • A camélia

Comentários