A Orquídea Olho-de-Boneca

Ficha Técnica da Dendrobium nobile

Texto e fotos da Eng.Agr.Miriam Stumpf.

orquidea olho de boneca - dendrobium nobile

Como cultivar a orquídea terrestre : Dendrobium Nobile


Nome Técnico:
Dendrobium nobile Lindl.
Sin.Dendrobium formosoanum (Rchb.) Masam.

Nomes Populares :
orquídea olho-de-boneca

Família :
 Família Orchidaceae

Origem:
 Originária da China

Descrição:
 Planta herbácea de hábito epífita, forma grandes touceiras em geral de 0,45 m de altura.
Possui pseudobulbos sulcados, com nós e entrenós bem marcados na cor verde.

As folhas são curtas, flexíveis e finas e estão inseridas nestes nós, ao longo dos pseudobulbos de onde também surgem as flores.
Estas são de cores variadas, inclusive bicolores, de tamanho 6cm x 6,5 cm, sobre haste floral de 2 cm.

A flor tem duração de aproximadamente 30 dias, conforme a região e a temperatura, na época da primavera.
O nome Dendrobium do grego significa planta que vive nas árvores.

É um dos gêneros que mais tem espécies, cerde 1000 a 1400.

Modo de Cultivo :
Na época de crescimento esta planta necessita de regas freqüentes e abundantes, principalmente no verão.
Deixa-se secar entre regas para que as raízes não fiquem encharcadas e não percam a capacidade de respiração.

O local de cultivo deve ser bem arejado com muita luz, portanto o sobreamento do ripado deve ter pelo menos 30%.
Em lugares de verões fortes, evitar o sol da tarde que poderá queimar as folhas.

Para adubar a planta, durante o período de crescimento, usar adubo granulado tipo NPK fórmula 10-10-10, dissolvido, regando o substrato.
Um dia antes não esquecer de regar bem, evitando a concentração de sais que podem prejudicar a planta.

Como o Dendrobium floresce no fim da primavera até a entrada de verão, na início da primavera adubar com fertilizante com mais fósforo, tipo NPK 4-14-8.
Existem muitas recomendações de adubos de formulação mais pesada, mas acreditamos que na natureza isto não ocorra, e quem é mais leigo no assunto deve evitar experimentações com suas plantas.
Menos significam doses mais homeopáticas como a planta tem nas matas.

Excesso de adubo em orquídeas acaba no chão, sendo percolado no perfil do solo contaminando lençóis freáticos, com toda a implicação danosa ao meio ambiente que sabemos.

Pode ser multiplicado pela divisão de touceira e por pequenas brotações que aparecem nas laterais dos pseudobulbos.
Aguardar até que estas brotações tenham raízes para retirar e então preparar o vaso conforme explicado no

passo a passo

.
Para fazer a propagação desta planta, separe a muda da planta-mãe, faça a preparação do vaso colocando isopor e argila expandida no fundo e por cima fibra de coco ou musgo seco e acomode a planta. Prenda um tutor e fixe com atilho. Coloque arame para pendurar no ripado e regue bem. Veja as fotos do passo a passo.

Paisagismo:
É um dos gêneros mais apreciados e pode ser cultivado em vasos pequenos ou ser fixado a troncos de árvores, cyccas e palmeiras.

Veja tambÉm

  • Orquideas: vasos e substratos
  • Plantas de Forrações
  • Orquídea Chuva de Ouro- Oncidium

Comentários