A gloxinia

Sinningia speciosa

Texto e fotos da Eng.Agr.Miriam Stumpf.

gloxinia

O cultivo da Sinningia speciosa

Nome botânico:

Sinningia speciosa (Lodd.) Hiern.
Sin.: Gloxinia speciosa Lood., Ligeria speciosa Decme.

Nome popular:

gloxínia

Família :

Angiospermae - Família Gesneriaceae

Origem:

Brasil

Descrição:

Planta herbácea perene de altura em torno de 25 cm, com folhas saindo diretamente do tubérculo.
As folhas são grandes, de longo pecíolo carnoso, com textura aveludada.
As flores são grandes, campanuladas, simples ou dobradas solitárias em longos pedúnculos.

Devido às diversas hibridações encontram-se em diversas cores, como brancas, creme, roxas, púrpura, pintalgadas e matizadas.
É uma planta que requer alguns cuidados, mas pode ser cultivada no país todo.

Modo de Cultivo :

É uma planta de vaso, cultivada quase sempre em estufas e adequada ao cultivo dentro de casa.

O lugar deve ter muita luminosidade natural, com sol pela manhã para que possa florescer.

Está à venda em hortos e floriculturas, até em supermercados e já vem florida, possibilitando escolher a cor da preferência.
No outono ela perde as folhas entrando em dormência. Retira-se o tubérculo da terra, coloca-se em lugar arejado e seco.
A sugestão é uma caixa de sapatos, enrolando em papel onde se escreve a cor das flores.

gloxinia-rosa

Na primavera, preparamos o vaso com substrato feito de adubo animal curtido, de gado ou aves, cerca de 100 gramas por vaso, misturado a composto orgânico ou húmus de minhoca.
Acrescentar 1 colher de sopa de adubo granulado tipo NPK formulação 4-14-8. Misturar bem.
Forrar o fundo do vaso com um pedaço de manta geotêxtil e espalhar areia úmida, isto vai garantir a drenagem da água das regas.
Colocar o substrato preparado. Fazer um buraco, colocar o tubérculo e colocar por cima uma camada leve de substrato, sem enterrar nem apertar. Regar o substrato.

Deixar em lugar de temperatura cálida e com muita luz.
As folhas brotarão e a planta florirá, iniciando novo ciclo. Durante seu tempo de floração não há necessidade de mais adubação.
Regar quando o substrato começar a secar, mas não encharcar.

Propagação:

A gloxínia é uma planta que podemos obter várias mudas a partir de um vaso ganho ou adquirido.
Quando passar a floração, a planta começa a absorver os nutrientes da folha que acabam morrendo para a planta entrar em dormência. É hora de retirar as folhas com cabo e proceder à propagação.

Poderá fazer de dois modos: colocar as folhas com pecíolo dentro de um vidro com água, deixando somente a ponta do pecíolo tocar a água. Troque esta a cada 2 dias para evitar apodrecimento.
Também poderá colocar gotas de água sanitária na água para que isto não aconteça.

Outro modo é colocar a folha com ou sem pecíolo num recipiente com areia de construção.
Poderá usar uma bacia de plástico descartada ou qualquer recipiente, fazendo alguns furos para drenagem.
Manter a areia levemente úmida e o recipiente na sombra.

Na base da folha ou do pecíolo se formarão raízes. Coloque num vaso com a mesma mistura que foi descrita para plantio.
No ano seguinte já terá mais vasos com flores para ornamentar sua casa.

Também pode ser cultivada através de sementes, é o que os viveiristas fazem, processo mais demorado e que exige estufas para cultivo protegido.

Paisagismo:

A gloxínia é uma das plantas mais delicadas e graciosas que podemos cultivar sem vários custos e tarefas de manutenção.
Devolve-nos os cuidados com a beleza da folhagem e de suas flores esplêndidas.
Pode ser cultivada dentro de casa ou em áreas cobertas, evitando que receba chuva nas folhas.

Veja tambÉm

  • Plantas para o quarto
  • Flores bulbosas
  • Plantas de interior

Comentários